Minuano FM

Notícias de Alegrete e região

Simvet/RS avalia com otimismo ações para mudança de status da Aftosa

Entidade reforça necessidade de mais médicos veterinários no serviço oficial para cumprir exigências

Está chegando a hora de saber se o Rio Grande do Sul terá condições de ser um Estado livre de Febre Aftosa sem vacinação. Auditoria do Ministério da Agricultura foi anunciada para a próxima semana com o objetivo de verificar o cumprimento dos pontos solicitados pelo governo para o encaminhamento do status. O Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Rio Grande do Sul (Simvet/RS) apoia a iniciativa gaúcha, mas também alerta para pontos que devem ser reforçados.

Segundo o diretor da entidade, João Junior, uma das questões primordiais é o efetivo de profissionais para atuar neste trabalho. “É preciso resolver a carência de médicos veterinários que temos para o serviço oficial e para fazer este trabalho mais detalhado conforme a secretaria se propõe, entendemos que o efetivo ainda é baixo. Existem alternativas viáveis sem gerar muito custo ao Estado, porém teria que mexer na estrutura”, salienta.

O dirigente também lembra da cooperação entre as Polícias Rodoviária Federal, Civil e Brigada Militar na atuação da fiscalização. “Os projetos são bons porém precisamos saber se vai funcionar. Primeiro precisamos estar com eles a pleno para tirarmos a vacina para termos esta segurança. É um posicionamento que temos para beneficiar o Estado e os produtores para que todos fiquem mais seguros para a retirada da vacinação. Os médicos veterinários autônomos e os produtores rurais terão um papel fundamental para o sucesso da nova fase”, reforça.

Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

Mais informações sobre o Simvet/RS

Compartilhar!