professores
Protesto de professores e servidores estaduais ocorreu nessa manhã, em Alegrete / Foto: Dariano Moraes

Na manhã desta quarta-feira mais um ato contra os cortes dos salários dos professores e servidores, provocados pela crise econômica do Governo do Rio Grande do Sul, houve bloqueio por cerca de 15 minutos da ponte Borges de Medeiros.

Com cartazes, faixas e carro de som a manifestação se estendeu até a sede do Ministério Público, na Avenida Tiarajú.professores2

Compartilhar!