Diario da Manhã
Foto: Diario da Manhã

Centenas de Carnavalescos vestiram preto na manhã de sábado e se uniram em um protesto contra a redução de repasses da Prefeitura de Pelotas para o carnaval anunciada nesta semana. A mobilização começou no final da manhã no calçadão da Rua Andrade Neves indo até o Mercado Público. Representantes das 35 entidades carnavalescas do município participaram da manifestação. Balões pretos e cartazes foram utilizados para demonstrar o descontentamento com a medida de repassar R$ 300 mil, enquanto que para a festa de 2015 a contribuição foi de R$ 1,8 milhão.

“Além desta subvenção oferecida pelo Prefeito queremos a estrutura e o local. As entidades se mobilizam realizando eventos todos os finais de semana. Questionamos se os outros eventos também serão afetados ou somente o carnaval”, diz a presidente da Escola de Samba Mirim do Mickey, Gisele Rodrigues. Ela afirma que foram cortados 85% do orçamento e não foram anunciados cortes em outras áreas da cultura.

O prefeito, Eduardo Leite afirma que sempre foi alertado que a dependência excessiva do carnaval de recursos públicos é um problema. “Teremos um 2016 difícil. É uma situação sensível a do carnaval, mas entendemos que a possibilidade de redução na ajuda de custo irá nos auxiliar a sustentar a demanda da saúde, como as duas UPAS que serão inauguradas em breve e deverão ter recursos da união e do estado menores que o previsto”, explicou.

Compartilhar!