Minuano FM

Notícias de Alegrete e região

Pesquisa mostra intenção de compra dos clientes na Black Friday

 

A área de Inteligência do Mercado da Globo levantou dados de 1,7 mil pessoas e alinhou as novas tendências de consumo para o dia 27 de novembro.

Segundo foi visto na pesquisa, 68% dos entrevistados afirmaram que costumam comprar na Black Friday.

Dos entrevistados, 35% revela ainda não saber se comprar ou não e 23% confessa não ter intenção de comprar nada nesse período. No entanto, oito de cada dez clientes mudariam de ideia, com o intuito de ajudar a manter empregos.

Nesse sentido o consumidor está mais reflexivo sobre seu consumo, visto que 51% afirma que vai priorizar marcas que tiveram ações positivas ao longo da pandemia. Abaixo seguem as categorias com mais interesse de compra dos usuários:

  • Roupas e acessórios (31%)
  • Smartphones (30%)
  • Eletrônicos (30%)
  • Calçados (26%)
  • Eletrodomésticos (23%)
  • Perfumes e cosméticos (21%)
  • Móveis (21%)
  • Computador (20%)

Os canais que mais influenciam os consumidores na decisão de compra são a televisão (39%), publicidade em sites e redes sociais (37%) e páginas de influenciadores e celebridades (22%).

Mas e em Porto Alegre, quais foram os resultados?

Antes de entrar em dados mais locais sobre a intenção de compra da Black Friday, é necessário ressalvar que 6 em 10 internautas de Porto Alegre deixaram de comprar algo em 2020 devido à pandemia, e que no 4º trimestre do ano, esses mesmos internautas veem na Black Friday uma oportunidade para comprar mais barato. Em Porto Alegre, 60% dos internautas costumam comprar na Black Friday porque a data remete a promoção e desconto em aparelhos, acessórios e outros produtos. O 40% restante diz que não compram na Black Friday por vários motivos, sendo eles:

– 44%: Não acreditam nas ofertas

– 36% os preços nunca são os que esperam

– 28% não fazem compras por impulso

– 28% nunca têm dinheiro para gastar

Outro destaque é que a Black Friday, conhecida como BF 2020, será ainda mais importante. Para quem já tem intenção de comprar, a importância aumentou de um ano para o outro em 21%. 42% dos entrevistados alegaram manter a importância e 37% disseram que a importância da Black Friday diminuiu.

Dentro das categorias mais desejadas no contexto da pandemia, foi visto as seguintes categorias:

– 43%: Calçados

– 31%: Smartphone

– 29%: Eletrônicos

– 26%: Games

– 24%: Computador

– 24%: Perfumes e cosméticos

– 24%: Roupas e acessórios

– 19%: Compras e supermercado

A pesquisa foi realizada os dias 12 e 13 de agosto de 2020, e participaram dela 1.726 pessoas de Porto Alegre, sendo todos maiores de idade. Entre as classes sociais, foi visto que 3% dos entrevistados pertencem à classe A, 30% à classe B, e 67% são cidadãos da classe C.

Fonte: Globo

 

Compartilhar!