onibus
As empresas Nogueira e Vaucher deram como prazo até esta sexta-feira, à prefeitura para solucionar junto do Ministério Público uma alternativa para a possível liberação da ponte Borges de Medeiros.

Os empresários vão tirar de circulação metade de seus ônibus. Os empresários alegam a desistência de passageiros.

O aumento da rota pela BR 290 também está incomodando os empresários.
A população já está em alerta e pede providências.

Compartilhar!