O presidente do Sindicato da Alimentação, Marco Rossi informou a Minuano que mesmo com a suspensão da venda de carne bovina para a China, determinada pelo governo federal, o frigorífico Marfrig continua realizando abate junto a planta de Alegrete. Ele relata que existe uma preocupação com a situação, mas que a dificuldade da empresa no momento é com a demanda de reses para abate, visto que o frigorífico necessita abater cerca de 500 reses diárias. Amanhã, quinta-feira, não haverá abates, mas o trabalho no setor retorna normalmente na quinta.

Compartilhar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.