Na comemoração dos 93 Anos de existência do Instituto Estadual de Educação Oswaldo Aranha-Escola Cívico Militar, a direção prestou emocionante homenagem a professoras da escola que já se aposentaram. Elas receberam bouquê de flores e ganharam o aplauso de professores e alunos que formaram um corredor humano até o portão de saída. Foi um momento de muita emoção para as professoras distinguidas e a comunidade escolar presente.
Foram homenageadas as professoras Marli e Marlene Cortelini que atuaram durante 32 anos com turmas do Ensino Fundamental Anos Iniciais. Igual homenagem recebeu a professora de Língua Portuguesa Eliane Pinheiro que atuou na escola de 1992 a 2019, ou seja, por 27 anos. A professora Eliane recebeu a homenagem da escola pelas mãos de uma ex-aluna, a Valery, que a emocionou muito.
A ideia da homenagem foi do diretor Ernesto Viana e sua equipe diretiva para realçar um momento que vai ficar na lembrança de cada professor que dedicou sua vida trabalhando na escola. Nunca antes houve igual gesto.
LARGO ANA AURÉLIO
A Escola também homenageou a professora Ana Aurélio, já falecida, dando a denominação de Largo Ana Aurélio ao espaço na frente do IEEOA, que sempre foi um sonho da ex-coordenadora e vice diretora.
A ex-diretora Gláubia Jacques, ao fazer uso da palavra na ocasião, disse que a homenagem era mais do que justa. Ana Aurélio tinha um sonho de revitalizar aquele espaço e com os recursos conseguidos, foi possível a colocação do novo piso, lembrou a professora Gláubia. Foi na sua gestão que o largo foi revitalizado. Em nome da família de Ana Aurélio, seu irmão, Júlio Aurélio participou do descerramento da placa.
As turmas 51, da Professora Eliza Domingues e 52, da professora Fernanda do Rio, entoaram o Hino da Escola, acompanhadas pelos demais.
O encerramento da Semana ocorreu com o arriamento das bandeiras. Participaram as professoras homenageadas e o ex-diretor da escola Alair Almeida, com a execução do Hino Nacional e Hino Rio-Grandense. A formatura dos alunos foi coordenada pelo monitor da Escola Cívico-Militar, Sargento Acosta. (Fotos Alair Almeida, Ipsen Sari e Alex Stanrlei)

Compartilhar!