Na avaliação da Federarroz, medida é positiva e a expectativa é avançar em questões relacionadas ao endividamento do setor

O governo federal sinalizou com a prorrogação das parcelas de custeio e investimento para os arrozeiros. A expectativa é de que a definição seja anunciada ainda esta semana. A notícia desta medida foi considerada positiva pelo setor.

Conforme o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, depois de duas semanas de intenso trabalho houve a sinalização positiva por parte do Ministério da Economia e do Ministério da Agricultura no sentido de os produtores conseguirem o alongamento das parcelas de custeio. “Esperamos que neste tempo nós possamos avançar nas questões relativas ao endividamento e também as questões estruturais referentes a lavoura de arroz”, salientou. 

O dirigente destacou o trabalho forte da Federarroz e da Farsul no sentido de trazer uma reação ao mercado e uma proteção ao produtor principalmente da área do arroz que está com preços muito abaixo do seu custo de produção.

Foto: Fagner Almeida/Divulgação
Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

Compartilhar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.