A Escola Municipal de Educação Básica Francisco Carlos completa neste mês seus 90 anos de existência. É a mais antiga escola do município e tem como patrono Francisco Carlos de Sá Dornelles que foi prefeito da cidade na década de 20. Ela foi fundada pelo prefeito Antônio Freitas Valle, no dia 22 de setembro de 1929.

Na manhã desta quinta-feira, a Câmara Municipal realizou sessão solene em homenagem aos 90 anos do Francisco Carlos, por iniciativa das vereadoras Nívea Souza e Leoni Fagundes Caldeira.

A Secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Marcia Dornelles, representou o prefeito Márcio Amaral na homenagem. São 90 anos de uma bonita história no bairro Vila Nova e na cidade, disse a secretária ao ocupar a tribuna. Explicou a demora na restauração da escola em função de problemas de licitação. Graças que se conseguiu um espaço para colocação dos alunos e com transporte, apontou a secretária. A recuperação do prédio da Escola Francisco Carlos compreende três etapas. A primeira está sendo feita no momento, sendo que a segunda etapa será com recursos próprios, orçada em R$ 700 mil, para eliminar puxadinhos e criar espaços adequados. Para a terceira etapa, serão buscados recursos de fora, com projeto de construção da quadra coberta e novos espaços.

A secretária Marcia parabenizou a todos que trabalham na escola elogiou a diretora Cleide Guterres Soares pelo seu esforço em conduzir uma escola que, no local onde está funcionando, enfrenta o drama das cheias. Que mais 90 anos venham, para que o Francisco Carlos continue contribuindo para fazer da Vila Nova e de Alegrete um lugar acolhedor, desejou a secretária.

A diretora Cleide Guterres Soares agradeceu a confiança da Secretaria de Educação e dos parceiros de caminhada, demonstrando também sua gratidão à administração municipal pela tão sonhada reforma da escola. O Francisco Carlos é a mais antiga escola municipal e escreve uma bonita história de amor e dedicação na comunidade, ressaltou a diretora. Em seu pronunciamento, enfatizou que há 90 anos a Escola serve a comunidade para construir cidadãos críticos e conscientes e por uma sociedade não excludente.

As vereadoras proponentes da homenagem, Nívea Souza e Leoni Caldeira foram à tribuna para homenagear o educandário. A vereadora Nívea ressaltou a história de construída pela escola na comunidade. A vereadora Leoni Caldeira disse do orgulho de ter lecionado no Francisco Carlos e que a escola é referência democrática, patrimônio comum de Alegrete.

Também o vereador Celeni Viana se pronunciou dizendo que não há momento mais dignificante na Casa do que homenagear uma escola. Paulo Berquó enalteceu todos os dias de sóis que nasceram e se puseram ao longo dos 90 anos do Francisco Carlos. E disse do orgulho que representa o Francisco Carlos como escola pública de qualidade onde todos têm a mesma oportunidade.

Um vídeo foi mostrado com momentos do dia a dia da escola que tem 169 alunos, 14 professores, seis funcionários e 2 estagiários. A sessão solene foi presidida pelo vereador Cléo Trindade que anunciou a entrega de um diploma de reconhecimento.

DPCom PMA

Compartilhar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.