A Polícia Civil informou que o corpo encontrado na quarta-feira às margens da BR-290, em Uruguaiana, na Fronteira do Rio Grande do Sul, é de uma mulher com mais de 50 anos. De acordo a delegada Alessandra Xavier, devido ao avançado estado de decomposição do cadáver, a identificação da vítima deve demorar alguns dias. “O corpo está em estado de saponificação[sinal de que ficou muito tempo submerso na água], portanto a morte se deu em torno de 30 dias. A causa da morte é traumatismo craniano. A delegada pede ainda que os moradores avisem a polícia em caso de informações sobre mulheres, com mais de 50 anos, desaparecidas. A família de uma mulher desaparecida já procurou a delegacia, e um exame de DNA será realizado para fazer a comparação. Partes do corpo estavam separadas: a cabeça estava em um saco plástico, próximo de outro saco, que segundo a polícia contém outras partes ainda não identificadas.

Compartilhar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.