dumbo

A 11ª reunião da Câmara Técnica do Programa de Incentivo ao Esporte do Rio Grande do Sul (Pró-Esporte-RS), realizada nesta terça-feira (29), aprovou sete projetos de fomento ao esporte gaúcho com a distribuição de mais de R$ 3 milhões em recursos para o setor no Estado. A reunião aconteceu na sede da Secretaria do Turismo, Esporte e Lazer (Setel), no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), em Porto Alegre. Um dos sete projetos aprovados foi o da Associação Campereada Internacional de Alegrete, com um valor total de R$ 176.300,00 para a realização do Torneio de Laço Esportivo do Alegrete.

O evento será realizado de 27 de fevereiro a 6 de março no Parque de Exposições Dr. Lauro Dorneles. De acordo com o secretário Juvir Costella, os valores foram distribuídos para diferentes modalidades esportivas. “O Pró-Esporte ficou consolidado em 2015 como um programa democrático, inclusivo e abrangente. Procuramos atender o maior número de atletas, profissionais e amadores, de diferentes regiões do Estado. Estou muito satisfeito com os resultados obtidos até agora e para 2016 pretendemos avançar”, afirmou Costella.

O secretário executivo do programa, Carlos Eduardo Teixeira, destacou a importância do projeto para o desenvolvimento da Fronteira Oeste gaúcha. “O esporte é uma ferramenta importante para o fortalecimento da cidadania e a região já merecia estar contemplada nesta iniciativa do poder público estadual. É um trabalho intenso que foi sendo construído com muito esforço durante o ano”, finalizou Teixeira.

Em 2015, o Pró-Esporte já investiu mais de R$ 12 milhões no Estado. O programa prevê três áreas de manifestação, cada qual com um teto financeiro específico. Para o esporte de “participação” o limite máximo é de R$ 400 mil, para a categoria chamada de “educacional” é de R$ 600 mil e para a área de “rendimento”, com foco em esportes olímpicos, o montante chega a R$ 800 mil. Cada proponente pode protocolar até três projetos, desde que não ultrapassem os valores estabelecidos para cada área.

Compartilhar!