No dia 18 maio, o Parque Científico e Tecnológico do Pampa – Pampatec esteve representado pelos Servidores Vitor Almada e Emerson Rizzati em reunião na presidência da Câmara Municipal, para tratar do apoio para 3 Projetos que juntos poderão captar mais de 6 milhões de reais para nossa cidade e região. Com base na metologia do INOVA RS, o Ecossistema Regional de Inovação Fronteira Oeste e Campanha, definiu a seguinte Visão: Em 2030 a região da Fronteira Oeste e Campanha será referência em inovação no Mercosul por meio de especialização inteligente no uso de tecnologias nas áreas do Agronegócio e Turismo, com diferencial competitivo do Bioma Pampa. Dessa forma, os projetos que estão sendo submetidos, serão voltados para o desenvolvimento do Turismo e Agronegócio da nossa região.
O Campus Alegrete da Universidade Federal do Pampa será responsável pela submissão do Projeto chamado Centro de Inovação e Tecnologia no Agronegócio – CITA, que compõe quase 5 milhões de reais em equipamentos de última geração e horas de pesquisadores, um dos objetivos é que possamos ter pesquisas aplicadas à solução de problemas da nossa sociedade e futuras novas empresas da área de tecnologia nascendo – STARTUPS.
Já o Centro Universitário da Região da Campanha (URCAMP), ficará responsável pela coordenação de outros 3 projetos que buscam o desenvolvimento de soluções tecnológicas, sendo eles: Pampa + Inovador, SouInova Pampa e Cluster Turistech. O objetivo é fomentar a implementação de 5 startups na área do Turismo, com objetivo de melhorar competitividade do setor de turismo do Pampa Gaúcho, por meio da implementação de soluções para o turismo.
Todos estes projetos somados, caso contemplados, poderão trazer mais de 6 milhões de reais em recursos de editais FAPERGS, para o desenvolvimento da nossa região.
Entendemos ser de extrema importância o apoio de todas as instituições que compõe a quádrupla hélice do Ecossistema de Inovação: Universidades, setor público, empresas e sociedade civil.

Compartilhar!