O Brick da Praça comemorou seu primeiro aniversário com uma programação festiva no último sábado, na praça Getúlio Vargas. Houve a passagem simbólica no arco do Monumento ao Expedicionário – logomarca desta feira de economia solidária – reunindo autoridades e convidados, tendo a Banda do 10. B LOG à frente com a execução do Parabéns a Você. No centro da praça, o prefeito Márcio Amaral procedeu à entrega à Secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Márcia Dornelles e à diretora de Cultura Andréia Oliveira, do decreto que torna evento oficial do município o Brick da Praça. Logo a seguir, a Banda Militar iniciou sua apresentação, seguindo-se o momento de arte inspiradora com as graciosas meninas da Escola de Dança Ballerina, a leveza na ponta dos pés. A praça parou para assistir. Para a mentora do brick, a diretora de cultura Andreia Oliveira, foi a satisfação de ver um projeto consagrado porque muita gente emprestou seu apoio. E a alegria maior foi pelo fato de que, a partir de agora, o Brick da Praça é oficial, comemorou.


Em suas palavras iniciais, o prefeito Márcio Amaral disse do orgulho pelo sucesso do brick e que aquele era também o sentimento dos que alí estavam. E até de pessoas que nem são de Alegrete, como foi o caso de dona Maria José Euzébio Pinto, que veio de Joaçaba-SC e rasgou elogios para a hospitalidade e o carinho dos alegretenses. Ela pediu licença ao prefeito e, ao microfone, disse que estava amando a cidade e sua gente. 


“O Brick veio para valorizar esse espaço e fortalecer as iniciativas locais. O nosso reconhecimento aos alegretenses que trabalham pelo crescimento da economia e geração de renda”, resumiu o prefeito, não deixando de destacar que isso prova a força da mulher que faz a diferença na sociedade, num tributo às mulheres pela passagem da Semana da Mulher e às que sonharam com o brick e concretizaram esse sonho.


Centenas de pessoas passaram durante o dia na praça, visitando as tendas e pontos de demonstração do Brick que reúne o que Alegrete produz e faz acontecer, da gastronomia ao artesanato, da exposição de carros antigos aos prestadores de serviços.

Que esse empreendimento continue sendo o atrativo do segundo sábado de cada mês em Alegrete, para o encantamento dos olhos de quem vai simplesmente passear para conhecer as novidades e daqueles que vão comprar, estimulando negócios e fazendo nossa economia rodar.

Compartilhar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.