Neste dia 24 de fevereiro, a ASSOCIAÇÃO JOGOS DA SOLIDARIEDADE, criada em 2011 completa mais um ano de vida, de muito trabalho, de muitas ações e eventos, com seu objetivo “unir esporte e educação com muita solidariedade”, o idealizador Roger Dorneles Severo. Durante os 09 anos de Associação, 15 anos de competição, foram arrecadados mais de 77.013 kg de doações, muitas entidades e famílias beneficiadas, uma longa história, são mais de 1570 partidas oficiais, 16.750 atletas já disputaram nossas competições, agradecer os parceiros e colaboradores, além dos patrocinadores que sempre nos ajudaram, cabe destacar a Prefeitura Municipal de Alegrete (gestões de 2008 a 2021), a empresa CAAL desde 2006, também o Governo do Estado do RS, através da extinta Fundergs de (2012 a 2015). Hoje, é o Maior Campeonato Solidário da Fronteira, dentre as principais homenagens, no ano de 2009 recebeu a Comenda Municipal Direitos Humanos pelos relevantes serviços prestados a comunidade; ainda em 2009 se torna Lei Municipal 4.284/2009, de autoria do vereador Sandro Barua (PP); em 2013 se torna de Utilidade Pública lei 5.065/2013, de autoria do vereador Róger Severo (PP), seu idealizador; já no ano de 2013 o ápice da Associação, que recebe a outorga dentre os melhores projetos sociais do RS, Prêmio Mérito Esportivo Estrelas do Esporte do RS, categoria “Projeto Social” distinção da Secretaria Estadual do Esporte e Lazer RS / Fundergs e Rádio Gaúcha de Porto Alegre RS… Ousou disputar por 04 anos (2012 a 2015), o Campeonato Estadual Gaúcho de Futsal, apesar das longas distâncias, se rankiar entre as melhores equipes do Estado, nas categorias de base, escolhidas do Sub 09, Sub 11 e Sub 13, apesar de curto espaço de participação são “três” medalhas inéditas conquistadas, sendo Vice-Campeão na Sub 09 (2012), 3º lugar Estadual na Sub 11 (2012) e 3º lugar Estadual na Sub 09 (2013). O presidente gestão 2020/2023, é o professor Fernando Azevedo do Nascimento. Foram presidentes da AJS, Roger Dorneles Severo, Christian Nogueira da Silva e Rogers Ribeiro Gonçalves. O evento tem sem site próprio, conta a história dos JOGOS DA SOLIDARIEDADE, muitas informações, página: www.jogosdasolidariedade.com.br

– (número expressivo de acessos) agradecimento a toda a Diretoria, aos torcedores que colaboram com ingresso solidário, aos pais e atletas, as famílias, a nossa IMPRENSA, jornais, rádios e televisão pelo apoio e divulgação nestes 14 anos, muito obrigado, que venha 2018 com mais uma competição.

Parabéns

AJS!!!

Parabéns

ao presidente Fernando Nascimento (*gestão 2020/2023), toda equipe Diretiva e colaboradores…

COMO TUDO COMEÇOU EM 2006!!!
2006 – 1ª Edição
Tudo iniciou em 2006, no mês de janeiro, idealizado e coordenado pelo professor de Educação Física, Róger Severo. No mesmo ano, o idealizador encaminhou o projeto para Rádio Alegrete, na pessoa do Gerente João Ulisses de Souza e apresentou-o ao Diretor do IEEOA, Prof. Ismar Santos. Tanto, Ismar quanto João Ulisses, aceitaram o desafio de apoio total a competição unindo esporte e a educação, com objetivo principal que era a “SOLIDARIEDADE”. Mas faltava uma grande empresa para dar o suporte nas despesas dos Jogos da Solidariedade, para que o projeto fosse realizado em Alegrete. Foi encaminhado o projeto a extinta CAAL Supermercados, na pessoa do Gerente Carlos Amarante (época), que aceitou o desafio, ao lado de Rádio Alegrete e do Oswaldo Aranha. Nascia em 2006, o maior campeonato solidário da fronteira.
Muito trabalho a ser feito, pois faltava sair da “teoria” e do “papel” e ir para a prática a fim de executá-lo. A modalidade escolhida como “PROJETO PILOTO” foi a do futsal, em quatro categorias, escolhidas: “Livre, Sub 50, Sub 40 e Sub 35”.
O local dos jogos para o pontapé inicial foi no Ginásio do Oswaldo Aranha. Nesta 1ª edição foram realizados 09 campeonatos durante o ano, sendo 08 meses de competição, ininterruptos, com a participação de 45 equipes, 700 atletas e a arrecadação de 10 toneladas nas inscrições. Foram homenageados neste ano:
– professor Tarzil Viana (im memoriam);
– professor Evódio Ribeiro Severo (im memoriam);
– professor Ismar Santos (im memoriam ex- diretor do IEEOA);
– professor Ajax Parrot (im memoriam);
– funcionário do IEEOA Alípio Quintana (im memoriam);
– radialista João Ulisses de Souza (ex-Gerente da Tchê Alegrete 590 AM);
Durante os jogos, desta 1ª edição, a portaria era “gratuita” e o acesso dos torcedores Ginásio ultrapassou 15 mil pessoas, onde tratava-se de evento solidário.
Durante o encerramento do projeto é proposto uma apresentação cultural e a coordenação do evento fecha parceria com o Ballet Copélia, coordenado pela Profª Elza Melo. O tema escolhido pela coordenação é a “Copa do Mundo que seria realizada na Alemanha, em 2006”. As bailarinas escolhem a música “brasileirinho” para homenagear os alegretenses e o torcedor brasileiro.
O desportista Nilo Gonçalves foi o atleta mais antigo da competição, disputando a categoria “cinquentinha” com seu América. Já um dos ícones do futsal o atleta Lefor Lourenço Lucho, o “Lefor” disputou o Torneio pela equipe do Montenegro na categoria Livre. Foi uma das referências de Alegrete no cenário estadual gaúcho, atuando no Campeonato Estadual Gaúcho e Liga Nacional de Futsal, pela Assoeva da cidade Venâncio Aires.
Colaboração Roger Severo

Compartilhar!