O Ministério da Educação divulgou nesta quinta-feira (21) o  balanço das adesões ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. Além de Alvorada e Caxias do Sul, já anunciadas em setembro, Alegrete e Uruguaiana também devem participar do projeto-piloto no ano que vem. A colunista Carolina Bahia havia adiantado, antes do anúncio oficial, que outras duas escolas entrariam na lista, por sobra de recursos na iniciativa. 

São estaduais as escolas de Alegrete, Alvorada e Caxias do Sul. A de Uruguaiana é municipal – o prefeito Ronnie Melo (PP) informou que é a Escola Elvira Ceratti, de Ensino Fundamental, localizada no bairro União das Vilas, região vulnerável da cidade. 

O balanço em todo o país foi de 54 instituições de ensino – 38 estaduais e 16 municipais, em 24 unidades da federação. Houve adesão em mais de 600 municípios. A escolha dessas cidades foi a partir de critérios estabelecidos em portaria. 

Espírito Santo, Sergipe e Piauí ficaram de fora neste primeiro momento. O modelo já entra em funcionamento na volta às aulas em 2020.

 Entenda o programa

  • As escolas devem ter entre 500 e mil alunos para participar do programa.
  • Cada escola contemplada receberá aporte de R$ 1 milhão do governo federal, que também se responsabiliza pelo pagamento dos monitores militares. 
  • Serão contratados monitores na proporção de um para cada 90 estudantes, em quantidade suficiente para atender aos três turnos letivos. 
  • Os monitores serão selecionados por meio de chamadas públicas, conduzidas pelos Estados. No RS, a preferência será para militares da reserva, mas os da ativa também podem concorrer. Aqueles com formação em áreas como pedagogia e psicologia e com experiência em escolas pontuam mais na concorrência.
  • Os selecionados passarão por capacitações e estágios. A intenção é iniciar o ano letivo de 2020 já com militares nas escolas em atividades administrativas e de supervisão. Eles não vão atuar em sala de aula, exceto para palestras ou atividades complementares, a convite de professores.

    Fonte: Gaúcha ZH

Compartilhar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.