A Prefeitura de Alegrete, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SAPDR) , comunica a população que, neste ano de 2022, não ocorrerá a tradicional Feira do Peixe, comercialização de pescado na praça Getúlio Vargas, em virtude dos efeitos da estiagem, que interferiram diretamente nos criatórios de peixes do município.

O secretário da SAPDR, Daniel Gindri, ressalta que tradicionalmente, o período próximo da Páscoa é o momento de maior volume de vendas de peixes em todo o Rio Grande do Sul. Porém, a comercialização de pescado durante a Semana Santa esse ano teve um ingrediente a mais: a estiagem nos meses que antecederam a data. “Todo o estado está enfrentando problemas na produção como um todo, principalmente nossa região. Em relação aos peixes, a estiagem reduziu drasticamente os níveis dos reservatórios, prejudicando nossos produtores”, enfatiza Gindri.

Segundo ele, a SAPDR realizou algumas “despescas” com piscicultores do município, que já demonstravam os efeitos da seca, principalmente pela baixa produção e redução na engorda dos animais. “Foi um ano difícil, meses em que até queimadas aconteceram no interior. Mesmo assim, temos certeza, que tudo é passageiro. A prefeitura continuará a incentivar e difundir essa cultura. Vamos em busca de soluções para incrementar ainda mais a atividade. Em 2023, teremos uma Semana Santa muito farta”, projeta o secretário.

A SAPDR continua realizando a encomenda de alevinos de variadas espécies e fomentando a atividade com assistência técnica aos produtores interessados. Maiores informações pelo fone 3961 1709.

Compartilhar!