Saúde Mental amplia seus serviços para comunidade

A Secretaria de Saúde, através do Sistema de Saúde Mental de Alegrete (Saismental) tem garantido diversas melhorias no cuidado e nas condições de trabalho para as equipes dos Centros de Proteção Psicossocial (Caps), serviço residencial, garantido um atendimento mais eficaz aos usuários dos serviços.

A principal novidade é sobre o terceiro turno do Caps II que agora voltou a contar diariamente com médicos na equipe multidisciplinar para o atendimento no turno da noite, das 18h às 21h. No terceiro turno, também estão sendo realizados os atendimentos terapêuticos aos envolvidos com violência doméstica, atividade que é uma parceria com o Poder Judiciário.

Ainda sobre os atendimentos especializados, o Capsi, que agora também conta com o atendimento de um psicopedagogo, está realizando atendimento especial aos menores usuários de drogas, com sintomas de automutilação e outros agravos de conduta.

Neste sentido, a diretoria do serviço de saúde mental vem buscando estreitar os vínculos dos psiquiatras dos Caps com os médicos da Atenção Básica, sempre em busca de um atendimento mais eficiente para a população.

O Saismental também passou a contar com a inclusão de práticas integrativas nos Caps, como yoga, reiki, meditação (parceria com Brahma Kumaris), dança circular, roda de benzedeiras e capoeira.

No que diz respeito ao Serviço Residencial Terapêutico, estão sendo realizadas adequações no local para que a casa possa estar habilitada junto ao Ministério da Saúde para receber recursos mensais para custeio de despesas e, além disso, está sendo realizado um trabalho com os moradores, para que eles possam estar aptos a participar do programa “De Volta Para Casa”, que busca a reinserção social dessas pessoas junto as suas famílias novamente.

Outra novidade é a ampliação das parcerias da Van Maluco & Beleza, que agora está integrada com o cronograma do programa Estratégia de Saúde da Família (ESF) Itinerante – Saúde Vai ao Campo, Redutores de Danos, equipes dos Caps e Atenção Básica, dessa forma levando atendimento a um maior número de pessoas na zona rural, nos bairros, nas escolas e nos próprios serviços.

Compartilhar!


Comentar com Facebook