Dúvidas sobre “precificação e trocas de produtos” alertam o Procon

Devido a diversas reclamações dos consumidores com relação aos preços expostos nas vitrines e no interior dos estabelecimentos comerciais, o Procon órgão ligado a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Ciência e Tecnologia, reuniu ontem,10, os gerentes das redes de lojas da Cidade, no intuito de buscar mais esclarecimentos.

Durante a reunião foi exposto as principais dúvidas e reclamações dos consumidores a respeito da precificação dos produtos, que é uma das determinações estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor.

Os representantes das lojas informaram que irão tomar as medidas necessárias para regularizar os locais onde faltam as informações sobre os preços praticados. Conforme comenta o Técnico do Procon, Geferson Maidana Cambraia, também foi solicitado aos presentes que conforme o Código de Defesa do Consumidor, as informações dos preços devem estar de formacorreta, clara, legível, precisa e ostensiva. Outro ponto importante é de que os caracteres, letras e números das informações de preços estejam visíveis para os consumidores.

Outro assunto abordado na reunião foi sobre a troca de produtos. Pois ainda existem muitas dúvidas entre os consumidores e os lojistas. Pelo Código de Defesa do Consumidor, se o produto estiver em perfeitas condições, somente poderá ser trocado por outros motivos,  por  liberalidade da loja ou acordos firmados durante a compra, entre a loja  e o consumidor. Neste sentido, o grupo acertou que será criada uma regra única para a troca de produtos, quando a troca for por liberalidade e não por defeito.

Participaram da reunião o Secretário Jesse Trindade, o Técnico do Procon Geferson Cambraia, e os representantes de lojas das grandes redes do setor supermercadistas, confecções e eletroeletrônicos. O encontro  aconteceu na sala do Procon, localizada noCentro Administrativo Integrado “Renato Jaques” Na Praça Getúlio Vargas.

Compartilhar!


Comentar com Facebook